TV Anhanguera destaca a atuação voluntária da Orbis Engenharia Clínica na Iniciativa + Manutenção de Ventiladores Pulmonares do Senai

 

TV Anhanguera destaca a atuação voluntária da Orbis Engenharia Clínica na Iniciativa + Manutenção de Ventiladores Pulmonares do Senai para recuperação dos equipamentos em todo o país.

TV Anhanguera destaca atuação da Orbis na corrente do bem liderada pelo Senai, que tem ajudado a salvar inúmeras vidas de pessoas contaminadas pela COVID-19.

Testagem em colaboradores reforça medidas de combate à Covid-19

 

Iniciativa permite traçar ações mais assertivas contra o coronavírus

 

A Orbis Engenharia Clínica, por meio do Comitê de Monitoramento do Coronavírus, tem discutido frequentemente medidas para evitar a disseminação da covid-19. Uma das ações é a testagem entre os colaboradores da empresa. A iniciativa vai permitir que o Comitê tenha um panorama da atual situação da doença entre a equipe. Segundo a diretora administrativa da Orbis, Alessandra Maranhão, com esta ação será possível traçar medidas mais assertivas de combate ao novo coronavírus.

 

Considerado o padrão-ouro no diagnóstico da covid-19, o teste RT-PCR foi o escolhido pela Orbis para que fosse aplicado nos colaboradores. “Geralmente, estamos fazendo a testagem em grupos de oito pessoas. Escolhemos profissionais que estão em unidades com maior índice de pacientes da Covid-19”, explica a diretora da empresa.

 

Nesta primeira etapa, estão sendo testados cerca de 32 colaboradores. A responsável pela testagem na Orbis é a Edlaine Montalvao, da INAC Medicina Laboratorial. Ela destaca algumas medidas importantes que estão sendo adotadas no momento da testagem. “Os cuidados pré-analíticos para a coleta consistem em uso de máscaras N95, touca, avental, face shield e luvas. A coleta é realizada mediante o preenchimento de um questionário onde captamos os dados pessoais e sintomas que apresentou ou não nos últimos dias”, explica. “Ao realizar a cobertura por meio do teste PCR, a empresa consegue mapear possíveis focos da covid-19 e consegue conter a propagação da doença no quadro de colaboradores antes mesmo da presença dos sintomas”, acrescenta Edlaine.

 

Tipos de teste:

 

RT-PCR – o termo vem do inglês reverse-transcriptase polymerase chain reaction e é considerado o padrão-ouro no diagnóstico da covid-19, cuja confirmação é obtida por meio da detecção do RNA do SARS-CoV-2 na amostra analisada, preferencialmente obtida de raspado de nasofaringe.

 

Sorologia – diferentemente da RT-PCR, verifica a resposta imunológica do corpo em relação ao vírus. Isso é feito a partir da detecção de anticorpos IgA, IgM e IgG em pessoas que foram ao SARS-CoV-2. Nesse caso, o exame é realizado a partir da amostra de sangue do paciente expostas.

 

Testes rápidos – a vantagem desses testes seria a obtenção de resultados rápidos para a decisão da conduta. Porém, a maioria dos testes rápidos possuem sensibilidade e especificidade reduzidas em comparação as outras metodologias. O Ministério da Saúde aponta que os testes rápidos apresentam uma taxa de erro de 75% para resultados negativos.

 

Medidas adotadas pela Orbis:

  • Orientações constantes sobre o uso de EPIs;
  • Face shield para reforço na proteção dos profissionais;
  • Apoio psicológico para a equipe;
  • Testagem dos colaboradores;
  • Orientações sobre o afastamento de profissionais;
  • Trabalho em home office;
  • Medição de temperatura para entrada nas dependências da empresa.

 

“Desde o início da pandemia, tomamos algumas iniciativas para evitar a proliferação do vírus. Este é um momento em que o foco deve estar na saúde das pessoas e no controle da covid-19. A conduta de cada um pode ajudar no combate desse vírus”, destacou Alessandra Maranhão.

Orbis é voluntária no projeto Iniciativa + Ventiladores Pulmonares do Senai

A Orbis Engenharia Clínica é voluntária no projeto Iniciativa + Ventiladores Pulmonares do Senai, que conta também com o apoio da Associação Brasileira de Engenharia Clínica ABECLin, Ministerios da Saúde e da Economia, Universidade Federal de Goiás (UFG), montadoras, entre outras instituições. Nesta ação, estamos recuperando ventiladores em desuso em todo o país para ajudar a salvar pacientes da covid-19. No início de maio, foram entregues ventiladores ao HCamp (Hospital de Campanha) de Goiás. Ricardo Maranhão, diretor geral da Orbis e Vice-presidente da ABEClin, participou da entrega dos aparelhos. A iniciativa, que está ajudando a salvar vidas, foi divulgada pela imprensa.

 

Bom Dia Goiás (Globo)

 

Record TV Goiás

 

TBC 1

 

 

Jornal O Popular

Reportagem completa:

https://bit.ly/36eqd5z

 

 

Jornal A Redação

Reportagem completa:

https://bit.ly/3czBEHE

 

 

Orbis participa de projeto do Senai para recuperar ventiladores pulmonares

Foto: Cristiano Borges

Goiânia, 11 de maio de 2020.

 

Em ação voluntária, Orbis Engenharia Clínica participa de projeto do Senai para recuperar ventiladores pulmonares

Iniciativa tem apoio da ABEClin, Ministério da Saúde, Ministério da Economia, Ufg e outra instituições

 

A Orbis Engenharia Clínica está participando da Iniciativa + Manutenção de Respiradores do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), que busca recuperar ventiladores pulmonares em desuso em todo o país. Em Goiás, onde a empresa tem sede, mais de cem equipamentos já foram coletados pela Escola Senai Vila Canaã, em Goiânia, e encaminhados para manutenção, calibração e teste de segurança elétrica.

 

Nesta segunda, 11/05, dez destes ventiladores foram entregues na Escola de Engenharia Elétrica, Mecânica e de Computação (EMC) da UFG ao governo do Estado para serem utilizados no atendimento aos pacientes da covid-19.

 

Ricardo Maranhão, diretor geral da Orbis e vice-presidente da Associação Brasileira de Engenharia Clínica (ABEClin), estava presente e explicou que a participação de engenheiros clínicos voluntários é fundamental na ação neste momento. “Ao ser recebido, o aparelho tem as falhas identificadas e vai para o conserto, ele só é liberado após a calibração”. Segundo Maranhão, o ventilador recebe um laudo técnico assinado por engenheiro clinico conforme exigência da Anvisa e só então é liberado.

 

Na entrega dos ventiladores, o professor da Escola de Engenharia Elétrica, Mecânica e de Computação da UFG, Rodrigo Pinto Lemos, falou da ação em apoio aos hospitais durante a pandemia. “Essa é uma forma econômica e rápida de ajudar a população neste momento”.

 

O atendimento aos requisitos dos equipamentos recuperados é uma das preocupações do diretor do Senai Vila Canaã, Claiton Cândido Vieira, que falou sobre a importância do projeto. “Um ventilador é usado em média 15 dias por cada paciente da covid-19, pretendemos salvar pelo menos dez vidas com cada respirador durante a pandemia”.

 

Representando o Estado, o secretário de Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, informou que os ventiladores vão para o HCamp (Hospital de Campanha). “A recuperação destes ventiladores é fundamental no enfrentamento ao novo coronavírus, é um reforço para as Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) das unidades hospitalares”.

Fique em casa e evite a disseminação do coronavírus

Toda a equipe da Orbis está trabalhando incansavelmente para dar o suporte necessário às unidades de saúde. E você pode ajudar: fique em casa e evite a disseminação do novo Coronavírus.

 

Segurança do paciente

Orbis celebra o Dia Global da Engenharia Clínica.

A melhor forma de celebrar o GlobalCEDay é mostrar nossa dedicação à engenharia clínica. Mais que trabalho, temos o compromisso diário com as melhores práticas para transformar o nosso setor no país. Parabéns, engenheiros! Parabéns, OrbisTeam! #globalCEDay #DiaGlobaldaEngenhariaClinica #DiaMundialEngClinica #icehtmc2019 #orbisteam #orbisengenhariaclinica

 

Orbis marca presença na Feira Hospitalar 2019

A Orbis Engenharia Clínica teve participação efetiva na 26ª Hospitalar, de 21 a 24 de maio, no Expo Center Norte, em São Paulo. Um dos destaques da empresa na feira foi a palestra “O Papel da Engenharia Clínica na Saúde” ministrada por Ricardo Maranhão, CEO da Orbis, a convite da Organização Nacional de Acreditação (ONA). Maranhão destacou as principais ações da engenharia clínica na gestão de equipamentos médicos. “Os hospitais estão percebendo que para chegar a um nível de excelência no atendimento aos pacientes é preciso ter gestão de tecnologia em saúde. Com isso, o engenheiro clínico tem sido um grande suporte às equipes multiprofissionais elevando o nível dos serviços oferecidos nas instituições hospitalares”.
Guilherme Braz, engenheiro clínico responsável pela Metrologia da Orbis, também esteve na Hospitalar para conhecer as novidades apresentadas este ano na feira. Em visita a vários estandes, o profissional orientou os clientes da empresa sobre otimização na aquisição de equipamento, com foco no melhor custo-beneficio, qualidade e segurança do paciente, englobando a tecnologia mais atual oferecida no mercado.
Já a Arkmeds, expositora na feira, fez entrevista com Ricardo Maranhão sobre as responsabilidades da engenharia clínica, acreditação, entre outras ações, que têm sido ponto forte da empresa nos últimos anos. “Nossa atuação facilita a boa manutenção do parque tecnológico nas unidades de saúde. Conseguimos chegar a uma resolutividade superior a 90% dos problemas com equipamentos médicos”. Maranhão, elogiou ainda a feira deste ano. “A hospitalar traz sempre novidades é é uma grande oportunidade para quem atua na área de engenharia clínica.” Finalizou. A feira completou 26 anos de história e gera oportunidades de negócios e desenvolvimentos tecnológico.

 

 

Onde tem engenharia clínica eficiente, tem Orbis.

Engenharia Clínica da Orbis traz mais agilidade ao atendimento do HUGO

Nossa gestão de tecnologia em saúde no Hospital de Urgências de Goiânia (HUGO) está no Informativo Raio X, publicado pela instituição. O material destaca o levantamento de 1500 equipamentos médicos e aborda a importância do trabalho da engenharia clínica na melhoria do atendimento ao paciente.

 

Leia aqui: